Abre o olho, consórcio tem custos ocultos!

Quantos consórcios você já adquiriu? Você realmente conhece todos os custos envolvidos? Primeiro lugar, vamos deixar claro que investimento é aquilo que você obtém para benefício futuro, se considerarmos então que ao adquirir um consórcio você paga mais que recebe, o que temos já não é um investimento.
Outro ponto importante é que, sim ele é financeiramente mais vantajoso que a maioria das opções de financiamento.
Então, se não é investimento, mas também difere-se do financiamento, podemos dizer que é uma forma de aquisição.
O que ouvimos muito é que não há juros no consórcio, fato, porém há algo chamado de taxa de administração que representa uma fatia considerável.
A taxa de administração é um percentual sobre o total do bem, responsável por remunerar a gestora do consórcio, aproximadamente 15% do valor da carta de crédito, podendo variar para cima ou para baixo.
Outros valores presentes no consórcio são:
– Fundo de Reserva: de 1% a 2% sobre o valor total, tem o objetivo de assegurar a continuidade do grupo em caso de inadimplência ou outros fatores.
– Seguro: algumas administradoras podem exigir a contratação de seguro.
– taxa de adesão: também não é obrigatório, mas algumas empresas exigem e tem casos que chega a 2%.
– reajuste: taxa aplicada para adequação do poder de compra.
E por fim, aquele que não estará apresentado em nenhum contrato e não será informado por quem lhe está ofertando um consórcio, o custo de oportunidade, que é o valor que você conseguiria rentabilizar caso o dinheiro das parcelas até a contemplação fosse aplicado em alguma opção de investimento.
Tenha frieza e faça simulações para uma tomada de decisão racional, lembre-se que o conhecimento é seu maior investimento.

 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Crédito Pré Aprovado