CURTAS – ANTECIPAÇÃO DE RECEBÍVEIS

 em Curtas, Informação

O ideal é que a empresa tenha um capital de giro dimensionado adequadamente para atender o seu ciclo financeiro, no entanto, se este capital de giro é insuficiente a antecipação passa a ser sim uma alternativa viável.

A justificativa é rápida, se a empresa não antecipar ela incorre em uma dessas situações: a) utilização de cheque especial b) captação de empréstimo parcelado c) atraso de pagamentos.

A diferença é que antecipando recebíveis, normalmente as taxas são inferiores as outras alternativas apresentadas, afinal o dinheiro que está sendo antecipado é seu e não de terceiros. Ou seja, os riscos, para a instituição financeira, são menores do que lhe oferecer um dinheiro da própria instituição.

Mas atenção, cada caso é um caso e deve ser avaliado individualmente para confirmação das taxas da operação.

Outro detalhe é que deve ser pontual e no montante adequado, pois a antecipação precede despesas financeiras que diminuirão seu lucro.

Também, deve ser realizado um plano para restabelecimento do capital de giro por meio da retenção de lucros da entidade.

Espero ter ajudado e me coloco a disposição para conversarmos sobre sua empresa, agende uma visita!

Grande abraço!

Diego da Silva é Administrador com MBA em Gestão Financeira, Auditoria e Controladoria e Mestre em Eng. da Produção. Atualmente é professor universitário, consultor empresarial e ocupa a condição de delegado do CRA-SC.

www.diegodasilva.adm.br

www.otimizesolucoes.com.br

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário